Educação, cultura, e recursos abertos

Simpósio Internacional Educação, cultura e recursos abertos: Compartilhando conhecimentos através de fronteiras

27 e 28 de Outubro, 2011 Auditório da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) UNICAMP

Este simpósio tem como objetivo discutir dois temas interligados. O primeiro é a produção de recursos digitais, partindo do movimento Recursos Educacionais Abertos (REA). Este engloba princípios de design, disseminação, acesso e inovação focando na liberdade de uso e reuso de conteúdo. No âmbito do ensino, é importante questionar como docente e alunos fazem uso e produzem recursos educacionais e de material didático. Até onde é possível se pensar na necessidade da tradução e/ou adaptação cultural destes recursos prêt-à-porter para “nossa” sala de aula, e a possibilidade real de o fazermos? Temos interesse em reutilizar o que está disponível na Internet? O movimento tem levado a questionamentos sobre o autor e direitos autorais, formatos abertos, e protocolos e padrões para livre troca de informações. O segundo é a disseminação e inserção destes recursos em espaços que fomentem a equidade de acesso e liberdade de aprendizado para todos fazendo uso das mais variadas tecnologias de informação e comunicação (como a Internet). Já em um patamar que pressupõe a participação ativa do usuário, e se espera que ele transforme estas informações democraticamente acessadas em conhecimento, como pensar este uso? Como agregar, identificar, organizar e disponibilizar esta produção e esta autoria? Para tanto, se propõe um diálogo entre o acesso a informação, a produção de recursos abertos e políticas de desenvolvimento e arquivamento em repositórios ou bibliotecas digitais.

Rogério Uthui – Reitor, Universidade Pedagógica de Moçambique Chairman of the Board, Universidade Virtual da África

Alvana Bof – Diretoria de Educação a Distância, CAPES
Panorama da educação a distância no Ensino Superior brasileiro

Maria Renata da Cruz Duran – Faculdade de Educação, USP
Universidade Aberta do Brasil: Política nacional de formação de professores e fomento à produção de Recursos Educacionais Abertos (2005-2010)

Candida Soares da Costa – Núcleo de Estudos de Pesquisas sobre Relações Raciais e Educação, UFMT
Educação para relações etnicorraciais: experiências do Nepre/UFMT em formação continuada de professores a distância

Bianca Santana – Casa de Cultura Digital e Diretora de Educação do Instituto Educadigital
Um panorama das iniciativas e políticas públicas para Recursos Educacionais Abertos no Brasil

Carolina Rossini – Senior Fellow do GPOPAI-USP
Política pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação

Tel Amiel – Núcleo de Informática Aplicada à Educação, UNICAMP
Educação a distância, recursos educacionais, e acesso a informação

Bajonas Teixeira de Brito Júnior – Centro de Ciências Humanas e Naturais, UFES
Disponibilidade de conteúdos digitais para o ensino: produção, seleção e apresentação

Cláudia Wanderley – Centro de Lógica e Epistemologia, e História da Ciência, UNICAMP
Línguas locais e tolerância crítica à retórica da inclusão digital

Wilmar da Rocha D’Angelis  bInstituto de Estudos da Linguagem, UNICAMP
Apresentado por: Eduardo Alves Vasconcelos e Thiago Bulhões (IEL/UNICAMP)
Abelhas e meladores na floresta digital: democracia e autonomia, pra começar

7 comentários

  1. Olá! estou muito a fim de acompanhar pela internet, mas parece que o endereço não abre como link. Vocês podem me ajudar com isso? Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *